Ficha de Monique Saint

Ir em baixo

Ficha de Monique Saint

Mensagem por MoniqueSaint em Qua Jun 17, 2015 11:17 am

Informações Principais

Nome: Monique Saint (Monique: Significa "solitária")
Idade: 15 anos
Raça: Semideusa

Psicológico

Personalidade:
Monique sempre foi uma garota reservada, mais introvertida. Não gosta de chamar muita atenção pra si mesma, então não colabora muito pra isso. É inteligente, sempre capaz de responder a quaisquer perguntas. É determinada, nunca desiste de nada que ache que vale a pena, sempre se esforça, trabalha duro, da pra ver que põe o coração nas coisas. É engraçada sem nunca ser forçada, ela tem um jeito natural de fazer as pessoas se sentirem mais leves, prontas pra rir. É muito compreensiva, sempre se coloca no lugar do outro quando precisa analisar alguma situação, por isso, acaba se tornando uma ótima conselheira. Tem um temperamento difícil, não explode fácil, mas fica chateada com facilidade, e sim, da para notar que ficou. Ela é forte, não foge do trabalho duro, não foge de seus medos ou desafios, é corajosa, ousada, sempre pronta para experimentar coisas novas. Muito consciente, sabe bem o que é certo e errado, tenta não se meter em problemas mesmo que alguns deles pareçam implorar para que ela se envolva. É calma demais, sua postura é relaxada, até mesmo desleixada. Da para ver que não está tentando parecer bonita. Criativa, original, não vai mudar para agradar alguém pois acredita que nada que é fruto de uma mentira dura. Ela é sincera, mesmo que as vezes pense que mentir é a melhor solução. Não de intimida com dinheiro, mas prefere lidar com as pessoas de classes inferiores, sente que ali estão as pessoas que irão a entender. Tenta ser realista, não gosta de iludir a si mesma nem a ninguém. É divertida quando está junto de pessoas que gosta. Muito leal, justa, protetora, gosta de sentir que está fazendo a coisa certa, mesmo que todos a sua volta digam que está errado. É idealista, nunca faz algo que acredita ser errado ou injusto. Se magoa fácil, mas nunca demonstra isso. Ela tende, como seu nome diz, a se isolar em certas ocasiões. Gosta de ficar sozinha. É desleixada, tem péssima memória e péssimo senso de direção. Muito teimosa, bastante humilde, tem um gênio forte. Odeia que impliquem muitas regras a ela, admira a liberdade. Sua inteligência se destaca por ser muito independente e aprender muita coisa sozinha.
Temores:
Tem um medo surreal de labirintos, de não saber onde vai.
Tem muito medo do escuro

Sonhos para o futuro:
Ela sonha em encontrar suas origens, em entender sua história, em encontrar o seu lugar.
Do que gosta:
- Ler
- Escrever
- Desenhar
- Pintar
- Gosta de dias frios e noites quentes
- Gosta de bebidas quentes
- Gosta de jogar xadrez
- Gosta de jogos on line
- Gosta de aprender coisas novas
- Gosta de comidas agridoces
- Gosta de liderar
- Gosta de dormir
- Gosta de pessoas que são engraçadas sem forçar a barra
- Gosta de se sentir útil
- Gosta de ouvir música
- Gosta de caminhar a noite
- Gosta de pessoas que se entregam de verdade, que amam de verdade. Gosta de coisas naturais, isso vai desde comida até a pessoas

Do que não gosta:
Detesta mentira, covardia, traição,odeia que se metam demais na sua vida, odeia se sentir inútil, odeia ser parada pelo medo, odeia ser pressionada para fazer algo que ache errado, odeia ter que admitir que está errada, odeia pessoas que se desesperam rápido demais ou fazem drama demais.
Fisíco

Cor do Cabelo:
Castanho claro
Cor dos olhos:
Azulados
Cor da pele:
Alva
Estilo:
Ela não tem muito estilo para se vestir, veste o que acha que é confortável o suficiente e saí. Não liga pra esse tipo de coisa.
Maiores detalhes:
Tem estatura média 1.67, pesa 54kg bem distribuídos, tem seios médios e quadris estreitos. É bastante bonita com seu nariz longilineo e empinado, suas bochechas levemente salientes e seu sorriso. Ela possuí o tipo de sorriso largo e matreiro que não lhe deixa opção se não acreditar. Só da vontade se fazê-la feliz para poder continuar vendo aquele sorriso.



Histórico

História:
Minha história nunca foi o que podemos chamar de... feliz. Nunca ganhei um prêmio de basquete, nunca venci uma feira de ciências, nunca namorei o garoto mais bonito do colégio, nunca fui rainha do baile nem nunca tive a casa cheia de brinquedos e crianças no meu aniversário, mas por outro lado, nunca tive uma doença terminal nem nunca fui atropelada por um bandido em fuga, então pode se dizer que as coisas estão bem equilibradas por aqui
Cresci sendo criada por minha tia Amélia, irmã de minha mãe, minha mãe sumiu no mundo depois que completei 2 anos e me deixou aqui com ela, não tenho do que me queixar, tia Amy sempre me tratou bem, apesar de ser rígida com alguns pontos da minha educação e bastante misteriosa quando o assunto é a minha origem. Quando pergunto a ela sobre meu pai, ela simplesmente diz que não o conheceu, que a relação dele e de minha mãe devia ser o mais sigilosa o possível. Tia Amélia nunca me deixou estudar em colégios normais, ela sempre me ensinou em casa, também nunca me deixou sair sozinha ou ficar sozinha na casa, e todas as visitas que recebíamos passavam por uma criteriosa avaliação dela. Uma tarde, tia Amy disse que eu precisava fazer uma viagem e reuniu roupas e algumas outras coisas dentro de uma mochila grande o suficiente para carregar alguém ali, entre essas coisas estava uma pequena adaga de ouro, quando perguntei a ela sobre a adaga ela apenas disse que quando chegasse me dariam algo bem mais útil. Tia Amy me contou a verdade, sobre mim, sobre tudo: Minha mãe e ela eram filhas de Atena, a mitologia era real, os deuses se relacionavam com mortais e davam origem ao que ela chamou de "meio sangues" e segundo ela, eu era uma. Ela não mentiu sobre meu pai, disse que era um deus mas que nem mesmo ela saberia dizer quem era, apenas minha mãe, e minha mãe já não estava ao meu alcance. A campainha tocou e um rapaz meio bode entrou desesperado gritando coisas como "não é mais seguro, ela precisa ir agora!" pela primeira vez vi minha tia sem se preocupar com visitantes, ela apenas me deu instruções como "Vá para o acampamento, conte a Quíron sobre o ataque, fique segura, treine, coma seus legumes e sobreviva" assim que acabou de falar, ouvi algo explodindo próximo a mim e a coisa (que agora sei que era um ciclope) entrou destruindo a casa enquanto coçava o olho que parecia arder, tia Amélia transformou seu anel em uma espada e atacou o monstro, sozinha, enquanto o garoto (Troy) me puxava contra minha vontade para fora. Obriguei minhas pernas a acelerarem em busca da minha verdade.

Mais Informações
avatar
MoniqueSaint

Mensagens : 1
Data de inscrição : 17/06/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Filho de::
lvl:
1/1  (1/1)
HP:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum